O que é insônia?

Gostou do artigo, então compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  • 3
  •  
    3
    Shares

O que é insônia? Entenda a doença!

O que é insônia Entenda a doença de modo definitivo

O que é insônia Entenda a doença de modo definitivo

Se você chegou até aqui, então, provavelmente deseja entender melhor o que é insônia.

Nesse caso, gostará de saber que se trata de um distúrbio caracterizado pela dificuldade em iniciar ou manter o sono.

Existe um padrão clínico para classificar se uma pessoa sofre ou não de insônia, o qual indica que essa condição está presente quando o indivíduo leva mais de trinta minutos para adormecer ou não consegue dormir por mais de 6 horas seguidas.

Se tais sensações duram menos de três semanas, temos uma insônia do tipo ocasional ou transitório.

Quando supera esse período, estamos diante de um caso de insônia crônica.

Todavia, definimos o que é insônia quando nos encontramos perante alguma dessas situações:

  • Falta de qualidade ou quantidade de sono durante um determinado período, o sono é restaurador e de extrema importância para nossa saúde mental e física;

 

  • Dificuldade em nos adaptar às consequências desses problemas, como lapsos de atenção, falta de concentração, fadiga ou ansiedade.

Para entender com mais detalhes o que é insônia, basta continuar a sua leitura!

O que é insônia?

Além das caracterizações contidas na introdução deste artigo, cumpre ressaltar, ao refletirmos sobre o que é insônia, que ela pode ser tanto aguda quanto crônica.

O que é insônia?

A insônia aguda tende a ocorrer devido a situações comuns – por exemplo, conflitos familiares,

estresse no ambiente de trabalho, situações traumáticas – permanecendo por dias ou poucas semanas.

Por sua vez, a insônia crônica, se estende por mais de um mês. Na maioria das vezes,

é o efeito colateral ou sintoma de algum outro problema de saúde, sendo chamada, por esse motivo, de insônia secundária.

Em contraste, a insônia primária não se deve a problemas médicos, remédios ou outras substâncias,

ou seja, é um distúrbio independente e sua causa não é bem compreendida.

Na realidade, diversas circunstâncias da vida podem ocasionar a insônia primária, incluindo estresse prolongado e transtornos emocionais.

A insônia pode causar sono excessivo e falta de energia durante o dia. Também pode fazer com que você se sinta ansioso, deprimido ou irritadiço.

Pode ser difícil se concentrar em determinadas tarefas, prestar atenção, aprender e lembrar coisas.

Consequentemente, esses problemas podem impedir o bom desempenho no trabalho ou nos estudos.

O que a insônia causa na vida das pessoas?

O que a insônia causa na vida das pessoas?

O que a insônia causa na vida das pessoas?

A insônia afeta milhões de pessoas em todos os países do mundo.

Cientistas que se dedicam a entender profundamente o que é insônia concluíram que se trata de um distúrbio típico de nossa sociedade contemporânea,

ligado umbilicalmente ao ritmo e preocupações do que conveniou-se chamar de “vida moderna”.

A despeito do fato de que as causas da insônia são muito variadas, suas consequências para a vida dos indivíduos podem se tornar realmente graves.

As pessoas que padecem com esse distúrbio enfrentam complicações em múltiplos aspectos de suas interações sociais, além de problemas emocionais, mentais e físicos.

Nesse contexto, as suas consequências continua sendo uma das questões mais intrigantes para quem deseja entender melhor o que é insônia.

É claro que a insônia e a falta de sono têm consequências óbvias no dia a dia das pessoas que convivem com esse distúrbio.

Não dormir, dormir pouco ou, até mesmo, dormir mal pode se tornar uma verdadeira tortura.

Indivíduos que têm dificuldade em adormecer, que não podem desfrutar de um bom descanso padecem,

adicionalmente, de efeitos negativos em seu organismo, funções mentais e rendimento diário.

Entre as principais implicações da insônia e da falta de sono, destacam-se:

  • Redução da capacidade de manter a atenção em varias situações;

 

  • Prejuízos relacionados a respostas motoras;

 

  • Substanciais atrasos na capacidade de reagir a certos estímulos;

 

  • Deterioração geral da memória e da capacidade de memorizar novos conteúdos;

 

  • Possibilidade de desenvolver alterações sensoriais graves, como redução do campo visual ou disartria;

 

  • Deterioração de certas funções cerebrais, como a flexibilidade e a originalidade do pensamento, responsáveis pela perspicácia e pela capacidade de obter insights;

 

  • Alterações de humor, irritabilidade, ansiedade e sentimentos ruins;

 

  • Cansaço e sonolência durante o dia.

 

Compartilhe esse artigo com alguém que sofre com esse problema. Compartilhar no Whatsapp

 

Insônia: Quando devo procurar ajuda?

Insônia - Quando devo procurar ajuda

Quando dormimos menos do que o necessário, nosso corpo manda sinais de que não está bem. Uma boa noite de sono promove melhoras significativas em nossa saúde física e mental.

Como você pôde conferir acima, as consequências mais comuns da insônia podem comprometer seriamente a vida das pessoas e, até mesmo, afetar suas condições gerais de saúde.

Devemos mencionar, também, que a insônia tem sido elencada como um fator obrigatório no desenvolvimento de inúmeras doenças ou patologias.

Sendo assim, todos aqueles que enfrentam essa situação devem, além de compreender o que é insônia, procurar ajuda médica e iniciar o tratamentos o quanto antes.

A boa notícia é que todas as consequências da insônia são completamente reversíveis, uma vez que um ritmo adequado de sono tenha sido alcançado.

Portanto, é altamente recomendável detectar as causas da insônia e consultar um médico para encontrar o tratamento mais adequado para cada caso específico.

Afinal, dormir bem é muito importante para poder obter uma vida plena, saudável e, sobretudo, feliz.

Gostou do artigo? Sim! então compartilhe este texto com seus amigos e familiares para que mais pessoas saibam como lidar com esse distúrbio do sono.


Gostou do artigo, então compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  • 3
  •  
    3
    Shares